Annabelle 2 – a Criação do Mal: será que vale a pena?

Doze anos após a morte de sua filha pequena, um fabricante de bonecas e sua esposa recebem uma freira e meninas órfãs em sua fazenda. Não demora para eventos assustadores acontecerem, todos relacionados a uma estranha boneca. Esse é o mote de “Annabelle 2 – a Criação do Mal“, cuja história acontece antes da de “Annabelle”, o filme de 2014. E como sempre, nosso papel é responder: “será que Annabelle 2 vale a pena?”

Sobre o primeiro filme

Um dos pontos positivos é que praticamente não é necessário ter assistido ao primeiro filme da série. Exceto pelos últimos 2 ou 3 minutos, toda história é totalmente independente e fechada em si mesma, o que é ótimo para quem não assistiu o longa de 2014.

O primeiro filme traz um terror menos explícito, com pouco sangue, bem comedido. Tanto que alguns até poderiam dizer que é um filme lento, chato. A história é centrada em 4 ou 5 personagens, que praticamente não entram em conflito entre si. Já “Annabelle 2” traz 9 ou 10 personagens principais, que se relacionam de maneiras bem mais complexas. Os momentos assustadores são em maior número e mais variados. E para o bem e para o mal, se tornam mais explícitos à medida em que a história se desenvolve.

A principal diferença, entretanto, é que esse é um filme mais didático que o primeiro. Enquanto a premissa do primeiro filme pareceria forçada ou confusa para alguns, em “Annabelle 2”, quase tudo é explicado e devidamente encaixado no final. Até porque, através de “easter eggs“, esse é o filme que costura outros trabalhos, como “A Invocação do Mal“, “A Invocação do Mal 2” e até “The Nun” (“A freira”, em tradução livre), que vai ser lançado em 2018.

Pontos positivos

O diretor David F. Sandberg definitivamente investe em planos sequência. Além de realçar o realismo e a imersividade das cenas, tal escolha o permite brincar com detalhes que aparecem e desaparecem enquanto a câmera se move. Os sustos ficam bem mais fáceis de acontecer.

O elenco também merece elogios. As jovens atrizes Lulu Wilson e Talitha Bateman estão absolutamente cativantes e convincentes, e o restante do elenco não fica muito atrás. É interessante notar também que este é um filme em que o protagonismo é principalmente feminino. Ou seja, passa fácil no teste de Bechdel.

Outro ponto inusitado são as piadas sobre filmes de terror. O filme é pontuado com elas, com falas aqui e ali, extremamente breves, mas também totalmente coerentes para os personagens. Ou seja, o público tem chance de dar uma leve risada, que serve como respiro, mas sem quebrar demais o clima do filme.

Outro ponto positivo é a fotografia. A proporção de “sustos noturnos” é bem maior que no primeiro filme, o que exige um domínio muito preciso de luz e de sombra.

Foto: Divulgação

Pontos negativos

Porém, nem tudo são flores. O roteiro não é perfeito, com algumas reações não muito coerentes ou comportamentos não tão fundamentos dos personagens. As explicações também acabam se concentrando muito num único momento do filme, com respostas dadas às pressas.

Porém, o que realmente quebra o clima é quando pesam a mão em deixar tudo mais explícito. Seja por um ou outro momento “gore”, ou por antagonistas que acabam caindo em clichês, parte do encanto se dissipa no final. Nesse caso, mostrar menos (ou os antagonistas falarem menos) certamente teria funcionado melhor.

No fim das contas, pra quem curte sustos, “Annabelle 2 – a Criação do Mal” satisfaz bem. Mesmo quem não acredita o suficiente nesse tipo de sobrenatural pode levar bons sustos durante o filme. E pra quem conhece os outros filmes dos produtores, com ou sem easter eggs, ver um pouco mais de sentido nas obras é uma ótima pedida.

“Annabelle 2 – a Criação do Mal” estreia hoje, 17 de agosto, nos cinemas brasileiros.

Gostou da crítica? Quer continuar informado sobre os novos lançamentos do cinema? Clique aqui, curta a nossa página no Facebook e fique bem informado sobre o mundo do entretenimento. Para atualizações direto no seu Android,  instalar nosso aplicativo grátis, clicando aqui. E para mais críticas, é só clicar aqui.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...