Após critica sobre filme de Danilo Gentili, Folha de S. Paulo demite jornalista

Após uma critica jornalistica sobre o filme do apresentador, Danilo Gentili, “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, o jornalista Diego Bargas foi demitido do jornal, Folha de São Paulo.  A matéria foi publicada e assinada por ele na última sexta-feira (13), e, logo na sequência, o humorista estimulou seus mais de 15 milhões de seguidores no Twitter a perseguir Bargas. O jornalista passou a sofrer ofensas e xingamentos em todos os seus perfis em redes sociais.

“Acho que fiz o filme errado. Coloquei psicopata na ficção e ele curte apenas psicopata no mundo real”, disse o apresentador do “The Noite”.  As ofensas publicadas no Facebook e Instagram foram bloqueadas pelo jornalista, que trazia alguns xingamentos como: “bichona, autista, otário, merda, lixo social, imbecil, bixinha, viado, militonto e acéfalo”.

Pelo Facebook ele afirma: “A confusão com o Gentili me fez perder o emprego. A Folha de S. Paulo me demitiu. Não posso entrar em detalhes sobre isso, mas é tudo muito nebuloso. Danilo Gentili me esmagou como uma barata, só porque ele pode, só porque eu ousei o desafiar”, contou. “É surreal que eu tenha virado alvo de um cara desse tamanho”.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) repudiaram veementemente a perseguição contra o jornalista. “É mais um grave caso de perseguição e intimidação a jornalistas, o sexto ocorrido em São Paulo nos últimos meses, e que mostra uma escalada contra a liberdade de expressão e de imprensa em nosso país. O texto de Bargas é uma reportagem correta, que analisa o filme e reproduz pontos de vista de Gentili e do diretor Fabrício Bittar expressos em entrevista ao jornalista. Gentili, porém, decide massacrar o jornalista em rede social, mostrando sua intolerância à atividade jornalística, e manipular o episódio para tentar melhorar o resultado comercial de seu produto”, diz a nota.

A nota continua: “A Folha de S. Paulo, ao tomar tal atitude, demonstra não ter o mínimo compromisso com princípios como a liberdade de imprensa, de expressão e com a pluralidade, dos quais a empresa se reclama em suas campanhas de marketing”.

Diversos jornalistas se manifestaram contra a demissão de Bargas. Marcelo Nadale, da “Mundo Estranho” afirmou via Facebook que o jornalista é “um exemplo de profissional. Apuração sempre correta e idônea. Lastimável que alguém como Danilo Gentili seja incapaz de lidar com críticas, sem partir para o ataque pessoal”.

A apresentadora da BandNews FM, Maiara Bastianello, também saiu em defesa de Bargas. “Ser jornalista nunca foi tão difícil. Ninguém mais aceita críticas numa boa, ou está aberto ao debate, ao diálogo. Pelo contrário, convocam uma horda de gente cega, raivosa e fanática para destruir a sua vida pelo simples fato de você dar sua opinião. E conseguem destruir. Todos estamos perdendo e vivendo um episódio de Black Mirror por dia. Assustador, pra dizer o mínimo”, divulgou.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...