Após denúncia de maus tratos, pré-estreia de filme é cancelada

O filme “Quatro vidas de um cachorro” vem dando o que falar nos últimos dias. Após a divulgação de imagens do set de gravação, onde o cachorro aparece sendo mau tratado por instrutor e forçado a entrar na água, a polêmica vingou ainda mais. Dessa vez, a Universal Pictures e a produtora Amblin Entertainment anunciaram o cancelamento da pré-estreia do filme, que ocorreria em Los Angeles.

Entretanto, a data prevista pro filme entrar em cartaz permanece para o dia 27 de janeiro. Apenas a pré-estreia, que ocorreria nesse final de semana, foi cancelada, a fim de uma melhor apuração do que ocorreu no set de gravação do longa.

Em nota, a equipe disse: “Não queremos que nada atrapalhe este filme que celebra o relacionamento entre homens e animais. Desde que essas imagens surgiram, a Amblin está em contato com o pessoal da segurança, treinadores e coordenadores de dublês para revisar o que ocorreu”.

O polêmico vídeo gerou uma manifestação por parte da Peta (entidade responsável por tratamento ético a animais), que pediu boicote ao longa. “A Peta pede que os amantes de cachorros boicotem o filme para que seja enviada a mensagem de que os animais devem receber tratamento humanitário”, pediu.

Ao TMZ, um representante da produtora Amblin negou maus tratos e disse que o cachorro já havia ensaiado a cena na água várias vezes e só estava hesitando naquele momento. “No dia da gravação, o Hercules (nome do cachorro) não quis fazer a acrobacia, então nossa equipe interrompeu aquela tomada”, disse.

O diretor do filme, Lasse Hallstrom, disse não ter conhecimento da cena em questão e repudiou o ocorrido. “Estou muito incomodado com o vídeo divulgado do set de ‘Quatro Vidas de Um Cachorro’. Eu não testemunhei essas ações, que são inaceitáveis e não deveriam nunca acontecer sob meu conhecimento. Me prometeram que uma investigação completa dessa situação está em andamento e que qualquer irregularidade será relatada e punida”, disse.

Já o autor do livro que deu base ao filme, W. Bruce Cameron, ficou surpreso com as imagens vazadas. “Apesar de claramente ter sido editado e exageradamente divulgado, as imagens falam por elas mesmas. Eu pedi uma explicação ao estúdio e eles me asseguraram que estão revendo todas as imagens da gravação daquele dia e questionando todos os que estavam presentes (eu não estava). Eu prefiro ter rodas as informações ao meu dispor antes de julgar ou opinar”, disse.

Confira o vídeo que está gerando polêmica:

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...