Apresentador do “Balanço Geral” sobre Ludmilla: “Tá vivendo de processos”

Marcão do Povo, demitido da Record após comentário racista, pediu desculpas a cantora e mais uma vez disse que não teve intenção de ofender. “O que é racismo? Em momento algum cometi um ato racista. Até porque a minha filha é fã da Ludmilla. E no aniversário da minha filha, eu dancei Ludmilla”, declarou em entrevista a radio Gaúcha, nessa quinta-feira (19). “Eu peço perdão para ela e para os seus fãs”, falou.

Várias vezes ele se defendeu e disse ter usado apenas um vicio de linguagem. “Se eu tivesse citado uma pessoa branca, não tinha acontecido nada disso. As pessoas editaram o vídeo da maneira delas para tentar denegrir a minha imagem”, e continuou.  “Se você andar no Centro-Oeste, Nordeste, Norte, vai ver que todo mundo fala que quando uma pessoa subiu na vida e quer fazer graça, eles falam assim: ‘rapaz, você era pobre macaco e agora está querendo aparecer nas costas das pessoas?”, justificou.

O ex-apresentador do “Balanço Geral DF” disse ainda que não vai deixar o caso assim.  “Sou uma pessoa íntegra. Jamais teria coragem de humilhar ou ter ato racista. Todas as pessoas que usaram da maldade contra mim vão pagar e vão pagar caro”, desabafou.

Marcão aproveitou para dizer que a funkeira tem feito poucos shows e hoje vive de processos, não de apresentações.

“Na realidade, hoje no país tudo o que você fala no é motivo para as pessoas falarem que é bullying, que é racismo, tudo isso. Na realidade, o que houve foi o seguinte: durante o programa (‘Balanço Geral DF’) houve, como sempre houve em outras ocasiões assuntos ligados a Ludmilla. A Ludmilla entrou com ação contra outra pessoa porque a pessoa falou que o cabelo dela era preto. Ela vai lá e processa a pessoa. A Ludmilla entrou com ação contra outra pessoa porque falou que o short dela era preto. Aí ela vai lá e processa a pessoa. Ela tá vivendo hoje de processos e não de shows. Até porque está muito em baixa para a cantora. E mais um ato que nem sabemos se o nome dela é Ludmilla ou Kátia”, declarou.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...