Atriz que interpretou Chiquinha esclarece briga com Florinda Meza e defende o “Seu Madruga”

Maria Antonieta de las Nieves, a inesquecível Chiquinha de “Chaves”, deu uma entrevista exclusiva ao programa Gugu que irá ao ar nesta quarta-feira (31). Durante a conversa, realizada na casa da atriz no México, ela esclarece a briga que teve com Florinda Meza, a dona Florinda, e abre o jogo sobre a briga na Justiça com o ator Roberto Bolaños, criador do Chaves, que morreu em 2014.

Além disso, a atriz sai em defesa de Ramón Valdés, o seu Madruga, morto em 1988, acusado por Florinda de ser viciado em drogas. “O que posso dizer? Não sei o que as pessoas chamam de drogas. Não sei se alguma vez ele (Ramón) fumou algum cigarro de maconha, mas, sim, sei que tem gente que bebe tanto”, afirma. “Eu nunca vi (o Ramón usando drogas). (Mas) Ela (Florinda Meza) foi em alguma festa junto com o Ramón, e os dois fumaram juntos ou se drogaram com algo a mais”, completa.

Na entrevista Maria Antonieta ainda revela que a mulher de Bolaños era amante de Carlos Villagran, que interpretava o personagem Quico. A artista mexicana também mostra um museu no qual guarda objetos raros da Chiquinha e participa do jogo “Eu já, eu nunca” com Gugu.

Tudo isso você pode conferir logo após mais uma edição do “Jornal da Record”, que começa a partir das 22h30.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...