“BBB 17”: Eliminado, Pedro aponta o jogo como o mais difícil que já participou

Eliminado do “Big Brother Brasil” com 71,71% dos votos, Pedro Falcão disputou a preferência do público ao lado de Marinalva e Emily. Nos estúdios da emissora, Pedro conversou com a imprensa presente minutos depois de sua eliminação.

O gamer contou que esse já foi o jogo mais difícil que ele participou. “O ‘BBB 17’ foi facilmente o jogo mais difícil que já joguei. Olha que já joguei uns bem cabeçudos, inclusive o golpinho (brincadeira que preenchia a noite dos brothers na casa), que era bem difícil. A gente trabalha com informações falsas, escondidas ou incompletas. No videogame a gente tem uma noção um pouco melhor do que acontece, mas nesse caso foi mais difícil conseguir prever as coisas. Eu fiz o que eu sabia fazer. Sou um jogador nato. Sei mexer com lógica, estatística, mas a gente esquece que o jogo lá é com humanos e não máquinas. Mas não me arrependo de absolutamente nada”.

O ex- participante ainda comentou a relação da casa com Emilly, considerada uma das protagonistas da edição. “A única ferramenta que você tem pra julgar as pessoas são o que elas levam pra casa. Os meus ideais às vezes não batiam com a forma que ela conversava com as pessoas ou em questões pequenas como estalecas e a forma como ela tratava o Marcos. A casa inteira estava envolvida no relacionamento deles dois. Toda DR a gente participava. E na televisão, a galera gosta desse drama. Na segunda, a gente sacou rápido que ela estava lá dentro ainda após a falsa eliminação. Meu voto foi o último pra mandar ela pra lá e quis mantê-lo pra seguir minhas convicções. Já tinha votado nela antes e não tinha por que mudar”, expressou. As informações são do site “Ego”.

Agora que está fora da casa, Pedro revela seus planos para o futuro: “Meu produto mesmo é a comunicação. Agora eu quero aparecer mais nas mídias sociais, finalmente tocar meu canal no YouTube que está parado faz tempo. Produzir conteúdo é o que eu mais amo, seja aqui mesmo na Globo ou em outro lugar. ”, concluiu.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...