Deborah Secco lamenta demora da policia para investigar ameaças à ela e sua filha

Deborah Secco pretende descobrir quem foram os criminosos que recentemente ameaçaram ela e sua filha, a Maria Flor de um ano. As duas sofreram ameaças de morte por cerca de 30 perfis nas redes sociais. Em entrevista ao colunista Leo Dias do jornal “O Dia”, nessa terça-feira (24), a artista contou que a investigação que ocorre há quatro meses está parada.

“A polícia é muito difícil. Fui até a delegacia, dei parte, peguei os contatos dos responsáveis do Instagram e do Facebook, passei para o delegado responsável e fiquei ligando diariamente para o delegado, até o determinado dia em que ele foi promovido e entrou um outro delegado que eu não conhecia. O caso parou”, lamentou a atriz.

Casada com Hugo Moura, ela contou que sabe apenas que o caso está na delegacia de crimes de Internet. “Estou fazendo um apelo. Se alguém da polícia souber como me ajudar, por favor. Estamos falando de uma pessoa muito cruel, que escreve coisas horríveis, não só sobre mim, mas sobre a minha filha. Quem puder me ajudar, eu super aceito”, pediu.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...