Deborah Secco sobre exposição de filha: “Não tenho o dinheiro da Sandy”

Deborah Secco rebateu as críticas sobre superexpor a filha Maria Flor nas redes sociais e aproveitou para alfinetar Sandy.

Em entrevista à revista Veja, ela explicou porque prefere mostrar a filha em fotos nas redes sociais em vez de escondê-la, como a cantora faz com o filho Theo.

“Sempre tive certeza de que não conseguiria evitar a exposição dela. Não tenho o dinheiro da Sandy, não ando cheia de seguranças e não moro em Campinas”, afirmou, comparando sua situação com a de Sandy.

“Então quis evitar que, cada vez que ela aparecesse, isso causasse uma comoção. Acho que, ao divulgar a imagem da Maria, ela vai ficando mais comum e não desperta tanta curiosidade”, explicou.

Foto: Divulgação

A atriz, que é casada com Hugo Moura, também falou sobre outros assuntos como fidelidade. Ela confirmou que traiu todos os ex-namorados e ex-maridos. “Traí todos. E fui traída por quase todos. Não me orgulho, mas não vou mentir. Não tenho necessidade de ser vista pelos homens como gostosinha, bonitinha e boazinha. Se algum quiser ficar com outra para não ser traído, que seja feliz. Comigo é vida real. É terrível ver mulheres que só são fiéis porque acham que é o certo. Isso é muito retrógrado. Quem quiser trair, que traia”, explicou.

“O que mais me chocou foi ver que as maiores críticas vieram de mulheres. É inadmissível que em 2017, com o enorme movimento pela liberação feminina, 90% das que comentaram o fizeram para se pronunciar contra mim. É muito triste que as mulheres não se defendam, não lutem pela liberdade mínima de aceitar que a gente pode, sim, trair o homem. Como os homens traem a gente.”

Deborah também falou que faz diversas imagens antes de escolher uma boa para postar e assume que não tem mais vontade de frequentar academia. “Tiro 45 fotos antes de postar uma. Quero retocar tudo, acho que estou gorda, com a pele ruim, sobrancelha torta. Sou cheia de neuroses. Tenho uma preguiça surreal de me cuidar. Não malho mais e, desde que minha filha nasceu, sinto uma culpa enorme de sair de casa para ir ao salão de beleza. Só vou para apertar meu aplique”, completou.

Ela ainda revelou já ter namorado um homem gay e um bissexual e ter sido trancada em um quarto por um namorado, que queria impedi-la de come

“Vivi relações abusivas em grau muito forte. Convivi com um que me trancava no quarto para eu não comer. Dizia que eu estava gorda e que, se continuasse assim, ele não iria me querer mais. Nunca, mas tive medo de apanhar. Sofri muitas agressões verbais. Um deles dizia que eu só era bem-vista e tinha amigos por ser namorada dele… Eu era cega, viciada nesse tipo de relacionamento.”

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...