Em campanha, internautas pedem por Maju no “Jornal da Globo”

Nesta quarta-feira (08) começou uma campanha na web por Maju no “Jornal da Globo”, após um vídeo onde William Waack, âncora e editor do telejornal, aparece supostamente fazendo ofensas racistas circular pelas redes sociais.

Muita gente está comemorando o afastamento – por enquanto temporário – de Waack e pedindo que o novo apresentador seja negro, o que seria uma resposta e tanto contra o racismo. São informações do Portal NaTelinha.

“Eu acho bom a @RedeGlobo, agora que afastaram esse embuste do Waack do Jornal da Globo, botar um jornalista que seja negro e que seja foda (@majucoutinho, vai que é tua) pra mostrar pra mostrar que não passa pano pra racista! representatividade JÁ!”, comentou o usuário @bonfspfvr no Twitter.

Além de Maju, outros nomes também vêm sendo levantados. “Maju tem a cara do JH ou do JN. Adoro também, mas Pro @JornalDaGlobo Heraldo Pereira nas cabeças!! Pra nós seria um sinal de prestígio!”, acredita @JaqeFonseca.

Até mesmo Rodrigo Scarpa, o Vesgo do “Pânico”, entrou na campanha. “Sou a favor da #Maju no Jornal da Globo. Ou quem sabe o Heraldo Pereira . Ou ainda a competente Zileide Silva . Só uma opinião #maju #tv”, escreveu no Instagram.

William Waack não comandou a edição do “Jornal da Globo” desta quarta-feira (08), e foi substituído por Renata Lo Prete.

Em comunicado enviado pela TV Globo, é justificado que a decisão foi tomada pelos comentários “ao que tudo indica, de cunho racista”.

Leia a nota na integra:

“A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida.

Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação.

William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos”.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...