Em show de Gusttavo Lima, policial efetua disparos e interrompe apresentação

Na madrugada deste sábado (04) um policial militar foi preso após fazer disparos na abertura do show de Gusttavo Lima, em em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Segundo a PM, o soldado Raimundo Henrique Legal dos Santos, 22 anos, estava envolvido em uma briga generalizada que ocorreu durante a apresentação e acabou disparando diversas vezes para o alto, chegando a interromper o show. Raimundo e outro policial, que o deteve, sofreram ferimentos e foram socorridos. Não houve vítimas fatais.

Em um vídeo que está circulando nas redes sociais o cantor percebe os disparos e sai do palco.  A organização do evento disse que os policiais entraram armados no festival porque tinham porte de arma.

Outro policial, que também assistia ao show, o major Roosevelth Oliveira Escolástico, 38 anos, foi o responsável por dar voz de prisão ao soldado, que resistiu e acabou sendo baleado na perna.

Segundo o boletim de ocorrência, iniciou-se uma briga durante o show do cantor Gusttavo Lima. O soldado Raimundo deu um soco no rosto de outra pessoa que participava do evento, que não foi identificada, e então uma briga generalizada começou no local. Essa pessoa teria quebrado uma garrafa na cabeça do soldado, momentos antes da confusão.

Ao G1, a assessoria do músico disse que com 1 hora e 25 minutos de show o cantor Gusttavo Lima foi alertado sobre alguns disparos e, por segurança deixou o palco, pedindo para que sua equipe fizesse o mesmo.

“Saímos de casa para levar alegria às pessoas, fico indignado com este tipo de atitude. Me senti confortado por saber que ninguém perdeu a vida”, declarou o cantor na nota.

A caminho do hotel, Gusttavo foi informado que não houve vítimas fatais no incidente.

Veja o vídeo:

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...