Globo teme que Glória Maria seja presa; entenda

Em entrevista ao programa da Tatá Werneck no Multishow, o “Lady Night”, Glória Maria fez várias revelações, entre ela falou sobre os cuidados que mantém com a saúde. A jornalista, que não revela a idade, diz que leva uma mala com centenas de pílulas. Ela toma cerca de cem comprimidos por dia, entre vitaminas, complementos e remédios. No entanto, ela acabou confessando que seu excesso de remédios é uma preocupação com os diretores da TV Globo.

“Nunca fui presa, mas meus diretores morrem de medo que eu seja presa por excesso de pílulas. Levo uma mala de mão com as minhas pílulas, porque elas não podem correr o risco de extraviar. Algumas vezes me param para ver o que é, mas tudo bem. Até hoje nunca deu problema”, conta.

Durante a entrevista, Glória Maria foi lembrada do ano passado, quando a mesma fez uma viagem e conheceu uma  comunidade rastafári e acabou ficando fora de si após fumar maconha: “Era uma comunidade rastafári seríssima, aí o cara veio com aquele negócio cheio de erva e de água. Não engasguei, não aconteceu nada, só fui para outro plano”, declara. Glória ainda disse que foi um dos momentos mais simples da sua vida, porém,  o efeito da maconha só passou umas seis horas depois.

Foto: Noticias da TV

No talk show, Glória não revela seu próximo destino, mas ressalta que não se preocupa em perder espaço ou oportunidades para seus colegas do jornalismo, pois acha que já está muito à frente deles quanto a reportagens internacionais.

“Rola uma competição entre vocês, tipo ‘Oh, [Renata] Ceribelli está em Nova York, [Renata] Vasconcellos está em Londres’, tem isso?”, pergunta Tatá Werneck. “Eu não consigo ter porque quando eles estão indo eu já tô voltando, eu nunca sei onde eles estão”, Glória conta e provoca risos na plateia. “Era isso que eu queria, polêmica”, completa Tatá.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...