Jornal da Record exibe série especial sobre Curaçao

O Jornal da Record estreia nesta segunda-feira, dia 30/10, uma nova série de reportagens, sobre Curaçao, a maior ilha das Antilhas Holandesas.

O repórter Rodrigo Vianna viaja pelo país de águas cristalinas e azuis e visibilidade que atinge 30 metros de profundidade. Um país que apesar de conhecido pelas paisagens, tem outros atrativos para o turismo, como a arquitetura de estilo holandês, resorts que atraem muitos brasileiros e uma gastronomia exótica. Curaçao ainda guardas outras surpresas, como o fato de não ter água doce, gerando um desafio para a sobrevivência dos habitantes.

Nesta segunda-feira, a equipe embarca numa aventura no fundo do mar e mergulha a 150m de profundidade em um mini-submarino e encontra peixes coloridos, corais e navios naufragados.

Na terça-feira, a reportagem destaca a gastronomia da ilha, que tem itens como sopa de cáctus ou uma iguana frita e ensopada. E curiosidades como a língua, o papiamento, resultado de uma mistura de palavras em português, holandês e espanhol. E com tanta mistura, os escravos africanos acabaram incorporando um pouco de cada cultura, dando origem a esta língua bem curiosa.

Na quarta-feira, Rodrigo Vianna visita o centro de pesquisa e terapia com golfinhos de Curaçao, um dos mais importantes institutos no mundo a oferecer um programa de terapia direcionado a crianças especiais e crianças com deficiências físicas, centralizado numa interação direta com golfinhos. O tratamento é realizado num ambiente diferente: na proximidade do mar.

Na quinta-feira, a reportagem destaca que o colorido de Curaçao está em todos os lados e não apenas na natureza, mas também nas casas e prédios comerciais de arquitetura colonial de influência holandesa. As casas são tombadas e consideradas Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. A arquitetura da cidade também é marcada pelo sistema de uma ponte flutuantes, uma estrutura construída sobre uma série de barcos, que a movem para a passagem dos navios.

A série termina na sexta-feira com entrevistas com brasileiros que escolheram a ilha para viver e com aqueles que apenas querem passar uns dias em resorts da ilha. E no pais sem rios ou lagos, ou seja, sem água doce para consumo, a equipe ainda visita a primeira usina de dessalinização do mundo, construída em Curaçao em 1928. Hoje, os equipamentos são muito mais compactos e modernos. A água sai transparente como a do mar, mas sem sal.

E tudo isso e muito mais você pode conferir logo após “O Rico e Lázaro”, na Record TV.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...