Letícia Medina conta como foram os bastidores de A Terra Prometida: “fizemos workshops antes das gravações e tivemos aula com um historiador”

Letícia Medina viveu Livana em "A Terra Prometida" ano passado.

Conhecida por seus inúmeros trabalhos na televisão, a atriz brasileira Letícia Medina, comentou em entrevista exclusiva ao Minuto Livre, um pouco mais de detalhes sobre seu dia-a-dia, carreira, vida social, e ainda por cima, sua primeira experiência interpretando Livana, sua primeira personagem de época, que deu vida na novela “A Terra Prometida” do diretor Alexandre Avancini.

Sobre sua personagem, Livana em “A Terra Prometida”. Como foi ter que representar um momento histórico da bíblia? Teve alguma preparação especial para a novela?

Sim, nós fizemos workshops antes das gravações e tivemos aula com um historiador. Foi um processo bem trabalhoso, mas muito prazeroso! Adorei fazer, foi minha primeira personagem de época, então foi bem especial.

No cinema, você chegou a fazer sua estreia em 2006 no curta “Que Horas São? ”, onde interpretou a Angela. Existem muitas diferenças entre gravar para o cinema e para a televisão?

Muita diferença, no cinema se tem muito mais tempo, eu diria que se mergulha mais. A televisão tem que ter uma produtividade muito mais alta, é mais corrido.

Hoje em dia, Letícia já tem 19 anos, mas a sua carreira já teve início desde pequenininha em 2002. Nesses 15 anos, qual personagem você acha que teve mais dificuldade na hora de interpretar que você se lembre? Porque?

Não diria dificuldade, mas que mais me exigiu foi a Diana/Tião de Ribeirão do Tempo. Eu tive que abdicar de algumas coisas para interpretar essa personagem. Mas, sem dúvidas, foi a personagem que mais me marcou ao longo da carreira.

Em 2004, Letícia chegou a integrar o elenco principal de “Malhação”, fazendo a personagem Nininha. Daquela época para hoje, você acredita que muita coisa referente ao estilo da produção tenha mudado muito? Para pior ou para melhor?

Sem dúvidas. Já tem mais de 13 anos isso, seria estranho se continuasse igual. Acho que as produções e empresas estão buscando sempre aumentar a produtividade e reduzir gastos, e isso é ótimo desde que não caia a qualidade!

Como e quando aconteceu a sua decisão de seguir carreira como atriz?

As coisas foram acontecendo, não me recordo exatamente quando essa decisão foi tomada. Eu era muito novinha. Comecei a fazer teatro com 5/6 anos, entrei na Record com 8/9 e lá fiquei até ano passado. Eu fui me apaixonando pela arte e quando percebi já era isso que eu queria fazer da vida!

Como você se define como pessoa e como atriz? (Leticia por Leticia)

Como atriz: Chata. Sou muito cdf. Estudo muito, texto sempre decorado, cena estudadas… ou seja, bem cdf mesmo.

Como pessoa: Que difícil essa pergunta… sou uma pessoa teimosa, eu diria. Quando eu gosto de alguma coisa/alguém eu gosto MUITO, mas também se não gostar, não quero ver na frente.

Entre um personagem e outro, você já teve alguma preferido que tenha ficado na sua memória?

A Tati dos mutantes foi uma personagem que mais marcou a minha carreira para o público, até hoje sou reconhecida por ela, ainda mais agora na época da internet onde as falas viraram memes… E como atriz, sempre falo da Diana, por conta da complexidade da personagem, me fez crescer muito.

Entre você e seus fãs, como você considera o relacionamento seu com eles?

Eu tento ter uma proximidade, mas ao mesmo tempo respeitar a minha privacidade! Tenho fases que estou mais ativa em rede sociais, outras fases que eu estou mais reservada… mas acho que o importante é ser uma coisa natural, não vou ficar postando snap feliz se eu não estiver em um bom dia. Acho importante ter essa honestidade com quem me acompanha.

Hoje em dia se torna quase impossível de se negar que as redes sociais têm cada vez mais, sendo usada pelos artistas como um meio de comunicação para os fãs. Como é a sua relação com as redes sociais?

Eu adoro redes sociais, na verdade é difícil achar uma pessoa da minha geração que não goste. Eu sou bem conectada, mas não diria que sou viciada, consigo viver sem. Como disse antes, tento manter uma relação honesta e sem forçar a barra. Instagram é a que eu mais tenho usado ultimamente…

Qual é a maior dificuldade de ser atriz? Se pudesse escolheria outra profissão?

A maior dificuldade na minha opinião é conseguir lidar com a exigência das outras pessoas. O que eu faço é observado e julgado por mais gente do que uma jovem “desconhecida”. E não, não sei fazer outra coisa. Eu amo fazer o que eu faço, apesar de tudo! Quando estou em cena, é quando tudo faz sentido!

Em “A Terra Prometida”, seu trabalho mais recente, quando interpretou a Livana. Você já passou por algum momento em cena, que você sentiu que chegou a ser você mesma e não a sua personagem?

Cenas de evento/festas são as mais difíceis de se concentrar. É muita gente e ficamos muito tempo dentro do estúdio com todo mundo, então é normal ficar mais disperso nesses momentos.

Em algumas entrevistas dada sobre a novela, você chegou a definir Livana como uma das personagens mais “adultas” que você já fez. O que fez você a chegar nessa conclusão sobre ela?

O que me fez chegar a essa conclusão não foi nem a personalidade dela, mas sim todo conflito que ela enfrentou com romance proibido e gravidez.

Para finalizar, deixe uma mensagem sua aqui para os fãs que estão lendo a entrevista.

Olha, eu só consigo agradecer a cada pessoinha que me encontra na rua ou que passa nas minhas redes sociais para deixar uma mensagem de carinho. Fico muito feliz com o reconhecimento do público, na nossa profissão isso significa que estou no caminho certo! E claro, um agradecimento especial para os meus fã clubes que me acompanham a tanto tempo, me respeitam e me aceitam como eu sou.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...