Resumo de ‘Apocalipse’ desta terça-feira 21/11/2017

Confira o resumo desta segunda-feira, dia 20/11/2017, da novela “Apocalipse”, exibida pela Record TV, veja o que acontece no capítulo de hoje.

Imagens do planeta em guerra. Pessoas sofrendo com a fome. Pestes e doenças se alastram. Desastres naturais e a consequência da interferência do homem na natureza. Genocídios. Efeitos do aquecimento global. Desastres e matança por todo o planeta. Nos anos 80, em um resort paradisíaco no continente asiático, Jonathan e Elisa Gudman se divertem com os filhos Alan e Uri. Alan sai para mergulhar em alto mar. Enquanto caminha pela praia, Uri ouve um ruído forte. Ele vê uma grande revoada de pássaros no céu e estranha. Alan contempla a paisagem do fundo do mar. Na praia, Uri fica intrigado ao perceber o mar se recolher deixando a faixa de areia cada vez maior. Alan e o instrutor percebem uma movimentação diferente da água durante o mergulho. Jonathan elogia a beleza de Elisa. Uri se aproxima dos pais e diz que algo estranho está acontecendo. Rapidamente, eles veem alguns turistas correndo. Jonathan, Elisa e Uri se desesperam com a chegada de um tsunami. Eles tentam correr, mas são engolidos pela onda.

Alan e o instrutor retornam à superfície. Uri consegue sobreviver e grita, desesperado, pelos pais. Alan e o professor de mergulho voltam para o barco e estranham a maré. Ferido, Uri vê uma criança e tenta ajuda-la. O barco de Alan se aproxima da costa e, em choque, percebe o desastre ocorrido. Ele tenta achar seus familiares. Uri avista o irmão. Eles se abraçam, emocionados. Alguns dias depois, em Jerusalém, Jonathan e Elisa Gudman são sepultados. Acompanhados de Oziel, Marta, Saulo, Gideon, Tamar, Hanna e Débora, Uri e Alan choram a morte dos pais. Em hebraico, um rabino recita uma oração de luto. Oziel, irmão de Jonathan, se emociona e é consolado por sua esposa, Marta. Débora percebe sua irmã, Hanna, olhando para seu marido, Saulo, e a provoca. No Rio de Janeiro, Lia e Ruben Aisen acompanham as filhas Estela e Susana no saguão do aeroporto internacional, enquanto assistem a uma reportagem sobre a tragédia provocada pelo tsunami. Susana se prepara para deixar o Brasil.

Ruben lhe entrega um livro antigo de medicina que usou com Lia na faculdade. Susana fica lisonjeada com a atitude do pai e promete não os decepcionar. Ali no aeroporto, Teresa se emociona ao ter que se despedir do filho Felipe. Ela diz que se preocupa com o futuro dele nos Estados Unidos. Felipe pede para a irmã, Raquel, cuidar de Teresa. Os policiais Luis Sardes e Guido chegam ao local de um crime. Eles investigam um homicídio e ficam perplexo com a crueldade do assassino. Na casa de Oziel em Jerusalém, Alan tenta confortar o irmão Uri. Débora se encontra com a amiga Ariela em um bar e diz não ver a hora de ficar livre dos familiares. Na casa de Teresa no Rio de Janeiro, ela sente a falta dos filhos Felipe e Oswaldo. Em Nova Iorque, Felipe caminha pelas ruas, encantado. Em Jerusalém, Débora chega em casa tentando não fazer barulho. Desconfiada, Tamar vê a filha chegando tarde da noite e a questiona. Débora mente e diz que estava estudando com sua amiga, Ariela.

No Rio de Janeiro, Lia Aisen discursa em um congresso de medicina. Teresa aguarda, ansiosa, pela saída de seu filho Oswaldo do presídio. O rapaz deixa a prisão e abraça a mãe, emocionado. Guido e Luis Sardes seguem em busca de pistas que possam levar à captura do assassino. Em Jerusalém, enquanto se divertem com dois rapazes, Débora e Ariela tentam despistar Hanna. Alan tenta reanimar Uri. Saulo entra no quarto e avisa que chegou visita. Oziel e Marta recebem Gideon, Tamar e as filhas Débora e Hanna. Saulo apresenta Alan aos sogros Gideon e Tamar, à noiva Débora e à cunhada Hanna. Alan fala de seus estudos em Nova Iorque. Saulo pede para ele cuidar de sua noiva Débora nos Estados Unidos. No hospital dos Aisen no Rio, Lia e Ruben se encontram com a secretária Letícia. Nicanor, o motorista da família, executa algumas funções para os patrões. Luis e Guido chegam ao hospital e pedem para falar com Lia e Ruben. Os policiais informam que a vítima encontrada é um médico do hospital. Ruben e Lia ficam inconformados com o crime. Teresa fica satisfeita ao ver que o filho Oswaldo tomou jeito.

Guido e Luis descobrem mais detalhes sobre o assassinato. Em Jerusalém, Débora se prepara para a viagem. Ela se despede do noivo Saulo. Tamar se emociona e pede para a filha ter juízo. No Rio, o detetive Luis chega em sua casa e brinca com o filho César e a esposa Ana Sardes. Oswaldo tenta encontrar novamente Sandra, a ex-esposa, e seu filho. Ele os procuram pelas ruas. Durante a busca, Oswaldo acaba vendo o assassino entrando com um corpo em um galpão. Desesperado, ele chama a polícia. Luis e Guido são avisados sobre a denúncia. Em Nova Iorque, um vulto negro, uma espécie de sombra maligna, segue em direção à universidade onde Alan estuda. O vulto vai deixando um rastro de destruição por onde passa. Na instituição de ensino, Alan conversa com o colega Adriano. Débora caminha, animada, ao lado de Susana. O vulto negro se aproxima de Débora e a faz derrubar os livros no chão.

A sombra segue até Adriano e o envolve. Ele para do nada e segue na direção de Débora. O vulto passa por Débora e Adriano como se estivesse selando seus destinos. Alan apresenta a noiva de Saulo para o colega Adriano. Eles se olham com desejo. Alan se interessa por Susana. Preocupado, Oswaldo conversa com Teresa sobre a cena que presenciou. Ele fala do espírito do Anticristo. Luis e Guido chegam ao galpão do homicida. O assassino misterioso consegue escapar e foge de carro. Os policiais o seguem e acabam se acidentando durante a perseguição. Guido desmaia. Ferido, Luis tenta sair do veículo capotado e dá de cara com a arma do assassino apontada para seu rosto.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...