Ronnie Von dispara: “Existe um câncer com metástase que chama-se audiência minuto a minuto”

No Mariana Godoy Entrevista desta sexta-feira (3), a apresentadora entrevista o cantor e apresentador Ronnie Von.

Relembrando a trajetória na música, iniciada em 1966, Ronnie faz uma crítica ao mercado artístico atual comparando-o com a época em que começou a cantar. “Minha vida inteira esteve ligada à gravadora e devo tudo a ela, mas de repente elas perderam a mão e começaram a dar tiro no pé com essa história do jabá. Tudo o que faz sucesso hoje é pago. Investidores investem em alguém que eles acreditam que vá fazer sucesso, colocam dinheiro, compram a mídia e lançam. Se der certo, meio a meio [dinheiro], se não der, paciência. Mas costuma funcionar porque hoje é isso, para você começar a fazer sucesso, você precisa pagar”, diz.

Ainda sobre o assunto, ele revela ter decidido interromper a carreira musical em nome da família, por conta da intensa rotina de shows. “Quando minha carreira foi para a Europa cheguei a fazer o trecho Paris-Uberaba, de um dia para o outro, jogando com o fuso horário. Não via mais minha família e você não come, não dorme.Chegou uma hora que tive que optar por algo que eu pudesse dormir em casa todos os dias: a televisão”, relembra, negando os boatos de que esteja retomando a carreira de músico. “Recebi um convite, uma intimação para a gravação de um DVD que inicialmente seria feito apenas para um grupo de amigos e toda sua arrecadação será levada para caridade. Tenho uma resistência muito grande à carreira musical hoje”, conta.

Atualmente apresentando um programa de variedades na TV aberta, ao ser questionado sobre o “bichinho da audiência”, Ronnie classifica a medição minuto a minuto como uma “doença” e explica seu ponto de vista. “Existe um câncer com metástase que chama-se ‘audiência minuto a minuto’ e isso distraiu o conteúdo da TV brasileira. É um absurdo que as pessoas se envolvam com a audiência e não com o conteúdo. É um desrespeito ao telespectador e a quem está sendo entrevistado também, acho isso uma perversidade”, afirma ele.

Dono de uma carreira consolidada, Ronnie afirma não ter se deixado seduzir pelo sucesso e credita sua postura à educação que recebeu. “Você não tem sucesso, você está com sucesso. Hoje em dia é uma coisa de maluco. ‘Quero tudo, posso tudo’, as pessoas têm a síndrome de Deus e até a síndrome de professor de Deus, o que é pior ainda. Tenho muita resistência a esses grandes sucessos porque são coisas efêmeras. Fazer muito sucesso por pouco tempo acho ruim porque não tem essência, não tem nada. É uma coisa oca”.

E tudo isso e muito mais você pode conferir a partir das 23h, na RedeTV!

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...