Cinema Patrícia Nadir

Animações que fizeram bonito em 2016

Animações que fizeram bonito em 2016

Em 2016, as animações fizeram bonito nas telonas. Mostrando que além de serem produções rentáveis, este gênero não é exclusivamente para crianças, alguns longas animados marcaram o cinema do ano que está prestes a acabar.

E para provar que as animações conquistaram mesmo um lugar no mundo na sétima arte, o Minuto Livre fez uma lista de 4 filmes deste gênero que fizeram 2016 mais prazeroso.

Confira os escolhidos:

“Zootopia – Essa Cidade é o Bicho”

A qualidade do filme da Disney que trata de preconceitos para mandar mensagem sobre intolerância é quase indiscutível entre a crítica. Com 98% de aprovação no Rotten Tomatoes, a trama com certeza tem chance de levar a estatueta de Melhor Animação no Oscar 2017.

O filme acompanha Judy Hopps, uma pequena coelha com um grande sonho: se mudar para a cidade grande onde todas as espécies de animais convivem em harmonia, na intenção de se tornar a primeira coelha policial. Enfrentando preconceitos, Judy acaba contando com a ajuda inesperada da raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e suas infrações. A inesperada dupla se dedica à busca de um animal desaparecido, descobrindo uma conspiração que afeta toda a cidade.

“Kubo e as Cordas Mágicas”

Se as animações foram bem representadas este ano, sem dúvidas a história do menino Kubo deu uma força. Durante o desenrolar da trama, o público é apresentado a um enredo foda excelente, que mistura stop-motion, Japão e magia. Com certeza, o desenho traz a marca e a qualidade do estúdio Laika.

Contando com a direção de Travis Knight, o longa acompanha Kubo, uma garoto que vive uma vida tranquila até que um espírito vingativo fazer com que monstros e deuses passem a perseguí-lo. Para sobreviver, Kubo precisa encontrar uma armadura mágica que foi usada pelo seu falecido pai, um lendário guerreiro samurai.

“Cegonhas: A História Que Não Te Contaram”

A premissa é simples (e todo mundo já sabe) os bebês são trazidos pelas cegonhas. E assim nos mostra esse ótimo filme. Com uma boa dose de humor, o espectador conhece a mega estrutura por trás da fábrica de bebês. Na verdade, as cegonhas controlam um grande empreendimento que enfrenta dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos. Valeu nosso ingresso.

“Kimi no na wa”

Só por “Kimi no na wa” (“Your Name”) ter marcado presença na lista que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou com os 27 filmes que disputam uma indicação ao Oscar de Melhor Animação já dá para perceber a qualidade do filme.

A excelente animação japonesa é sobre Mitsuha Miyamizu, uma jovem que mora no interior do Japão e que deseja deixar sua pequena cidade para trás para tentar a sorte em Tóquio. Enquanto isso, Taki Tachibana, um jovem que trabalha em um restaurante italiano em Tóquio, deseja largar o seu emprego para tentar se tornar um arquiteto. Os dois não se conhecem, mas estão direta e misteriosamente conectados pelas imagens de seus sonhos.

O Minuto Livre sabe que o cinema em 2016 contou com muitas outras histórias em desenho, como a de uma peixinha esquecida numa busca por sua família em “Procurando Dory”, mas apenas essas 4 foram escolhidas para representar este gênero que encanta cada vez mais gente, por apresentar produções inteligentes e bem feitas.

Sobre o autor | Website

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília e Pesquisadora no Projeto de Pesquisa sobre Cultura Midiática. É também redatora e repórter voluntária no site Registro POP.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.