Programas Televisão Leandro Mendonça

Câmera Record: Belezas exóticas da Nova Zelândia

Câmera Record: Belezas exóticas da Nova Zelândia

No Câmera Record deste domingo, dia 16/07, uma expedição pelo último lugar do planeta a ser descoberto pelo homem (segundo os cientistas): a Nova Zelândia.

Com quatro milhões de habitantes, o país tem animais que não existem em nenhum outro lugar. Nesta época do ano, as águas geladas do Pacífico recebem a visita de uma das grandes estrelas dos mares: a baleia cachalote. O maior mamífero carnívoro do mundo pode chegar a 20 metros de comprimento e mergulhar a mais de 2 mil metros de profundidade.

Bem próximos à superfície, aproveitando a abundância de comida na região, golfinhos se exibem para as câmeras. O programa também desafia a natureza e mostra a parte interna de um vulcão, que entrou em fúria pela última vez no ano passado.

A 320 Km do vulcão mais famoso do país, um fenômeno raríssimo no mundo: uma larva que emite luz no fundo de uma caverna. Um espetáculo visual que lembra o céu repleto de estrelas.

Perto da capital Wellington, os repórteres entraram no meio da floresta à procura do inseto mais pesado do mundo. Na mesma floresta, ainda dão de cara com o lagarto que viveu com os dinossauros e com o menor pinguim já encontrado na natureza.

E mais: as tradições do povo Maori. Os homens de rostos tatuados. E as danças que os guerreiros faziam antes das batalhas.

E tudo isso e muito mais você pode conferir logo após mais uma edição do “Jornal da Record”, começando a partir das 22h30, na Record TV.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.