Programas Bernardo Vieira

Como Será? deste sábado (13/10) fala sobre ‘mudança’

Como Será? deste sábado (13/10) fala sobre ‘mudança’

Exibido pela Globo, numa parceria com o Canal Futura, o Como Será? deste sábado (13/10/2018), fala mudança.

Mudar de casa não é tarefa fácil, ainda mais quando ela acontece de um ambiente maior para um menos espaçoso. No ‘Hoje é dia de… mudança’, no ar no ‘Como Será?’ deste sábado, dia 13, Alexandre Henderson acompanha o planejamento, o processo de desapego e as dicas de um “personal organizer” para um casal que está trocando o apartamento de quatro quartos por um de dois quartos. Henderson mostra como embalar corretamente móveis e eletrodomésticos, a melhor maneira de acondicioná-los no caminhão de mudança e até como doar os objetos que eles não querem mais… Por fim, o quadro mostra dicas para a arrumação da casa nova.

Na série ‘Choque Ambiental’, Renato Cunha sugere transformações simples e baratas para a casa de uma família que mora em meio à floresta da Tijuca, no bairro do Alto da Boa Vista, Rio de Janeiro. Eles reclamam da falta de luminosidade, do frio e do excesso de umidade, que gera problemas de mofo nos ambientes. Entre as soluções sugeridas, a instalação de telhas translúcidas (para aumentar a luminosidade), a limpeza dos armários dos quartos com a aplicação de uma mistura com vinagre para limpar os armários com mofo.

Segundo dados do IBGE, mais de 12 milhões de brasileiros estão desempregados. Para tirar dúvidas e orientar aqueles que estão em busca de uma vaga, Sandra Annenberg entrevista Elaine Saad, presidente da ABRH-Brasil (Associação Brasileira de Recursos Humanos). A especialista dá dicas sobre como preparar um currículo, identificar onde estão as vagas, como se comportar durante uma entrevista, o funcionamento dos sites de cadastro de vagas, entre outros temas.

Tendo como inspiração o resgate do time de futebol que ficou 17 dias preso numa caverna na Tailândia, a repórter Mariane Salerno investiga a prática da meditação como estratégia de combate ao estresse e à ansiedade. Na época o técnico do time usou a meditação para manter a calma e controlar o gasto energético do grupo. Mariane visita um templo budista em São Paulo para conhecer o método que garantiu a sobrevivência dos meninos na caverna – Mariane aproveita para aprender a meditar também. Na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a repórter explica que a meditação não é uma prática exclusiva de pessoas religiosas, sendo oferecida no atendimento do SUS, em empresas e até por crianças, como uma forma de reduzir a ansiedade.

A atração está prevista para ser exibida em São Paulo, e em todo Brasil, a partir das 07 logo após o Via Brasil.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.