Televisão Juliana Dracz

Fernanda Lima exalta o feminismo na estreia de “Amor & Sexo”

Fernanda Lima exalta o feminismo na estreia de “Amor  & Sexo”

O programa “Amor e Sexo” estreiou ontem, quinta-feira(26) e agitou a noite do público com uma tema muito comentado: Feminismo.  Em uma entrada ao som da musica “Piranha”, Fernanda Lima, as bailarinas e convidadas mostraram todo seu empoderamento ao “queimar” seus sutiãs e falar tudo aquilo que uma mulher não gosta de ouvir dos homens.

“Se eu estou nua ou se eu estou vestida, você só me toca quando eu quiser e a hora que eu quiser”, declarou Gaby Amarantos. “A minha roupa curta não é um convite para você”, disse a cantora Karol Conka. “Eu não mereço ser estuprada” e “Eu não preciso vestir 36”, foram mais algumas das frases ditas.

Após as declarações, Fernanda Lima que aumentou os cuidados frente ao conservadorismo jogou sua peça no fogo e disparou:  “Nenhuma mulher merece ser estuprada. É o seguinte: Puta, piranha, periguete, vadia, vagabunda? Basta! Deu por hoje! O ódio não vai mais controlar o nosso corpo. Porque juntas somos mais fortes!”

A mulher de Rodrigo Hilbert finalizou dizendo: “Precisamos falar sobre isso. Aqui a gente acredita na igualdade entre homens e mulheres, para quem não sabe isso é o feminismo. Simples assim!”.

Sobre o autor | Website

Acadêmica em jornalismo pela Universidade Católica de Brasília. Atuou no registro do processo de migração do analógico para o digital (DF). É também responsável pela editoria de eventos do Registro POP.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.