Home > Esportes > Gabigol declara que sua última vez no Maracanã pode ser na próxima quinta-feira

Gabigol declara que sua última vez no Maracanã pode ser na próxima quinta-feira

O duelo desta quinta-feira com o Avaí é o último do Flamengo no Maracanã esse ano e no Campeonato Brasileiro, mas também pode ser o último de Gabriel à frente do torcedor do clube no estádio. Ainda com o futuro incerto para a próxima temporada, o atacante informou que esse jogo pode ser uma despedida.

“Vai ser especial para mim. Desde a primeira vez foi especial. Pode ser a última, a gente não sabe. Vou tentar aproveitar, me doar. Estou muito animado para esse jogo, espero que esteja com a casa lotada, como sempre. É algo indescritível jogar com a camisa do Flamengo no Maracanã. Se eu voltar a jogar, vou ficar muito feliz também”, comentou, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira, no Ninho do Urubu.

Gabriel está emprestado ao Flamengo até o fim de 2019 pela Inter de Milão. A diretoria do clube carioca disse já ter chegado a um acordo verbal com o time italiano para adquirir o atacante, mas nem por isso o jogador está próximo de acertar a sua permanência no clube para o próximo ano. Afinal, as conversas do Flamengo com seus representantes ainda não levaram a um entendimento para a assinatura de um contrato entre as partes.

A avaliação é de que Gabriel estaria à espera da movimentação do mercado europeu, com a possibilidade de se transferir para algum dos gigantes do Velho Continente. Questionado sobre quais são seus planos para o próximo ano, o atacante preferiu mudar de assunto.

“Não tenho pensado nisso. Só tenho pensado nos últimos jogos, depois tem o Mundial, que vai ser especial para os flamenguistas. Todos jogadores têm sonhos. Estou realizando um no Flamengo, tudo tem saído perfeito, batendo recordes, com títulos. Tudo está sendo conversado, mas não tem nada certo. Se for da vontade de Deus, que eu possa estar aqui no ano que vem de novo”, disse.

Destaque do futebol brasileiro este ano, com 40 gols marcados, Gabriel tem recebido o carinho de torcedores de outros clubes quando atua fora do Rio. Nesta quarta-feira, evitou se classificar como ídolo nacional, mas avaliou que pode estar contribuindo para que muitas crianças se tornem flamenguistas.

“É difícil me achar ídolo. Isso fica mais com vocês. Onde vou, sinto o carinho da criançada antes de entrar no campo, teve isso em Fortaleza. Esse do Palmeiras foi engraçado, porque o menino disse que queria um gol meu, apesar de ser palmeirense. São bem puros. Acho que tem isso por eu ser jovem, por causa da comemoração, dos cabelos diferentes, dos gols. Tem muita criança virando flamenguista por causa disso”, comentou.

Campeão nacional por antecipação, o Flamengo recebe o Avaí, nesta quinta-feira, às 20 horas, no Maracanã, depois encerrando a sua participação no Brasileirão, domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro. Na sequência, seguirá ao Catar, com estreia no Mundial de Clubes agendada para 17 de dezembro.

Fonte: Terra

Imagem: Reuters

You may also like
Flamengo vence Palmeiras no domingo e marca mais um recorde em 2019
Flamengo calcula faturamento recorde em 2019 com pouco mais de R$ 900 milhões
Após ser campeão, Jorge Jesus diz que Gabigol precisa ter mais responsabilidade e diz o que acha do atacante
Por condenação na Itália, Robinho corre risco de prisão caso volte ao Brasil