Música Luís Almeida Melo

Luca Moreira e Giulia Gayoso refletem sobre questão de boatos na época de “Malhação”

Luca Moreira e Giulia Gayoso refletem sobre questão de boatos na época de “Malhação”

No começo da trama, sua personagem a Juliana ficou entre um triangulo amoroso com os personagens do Fabio Scalon e o do Bruno Guedes. Você pessoalmente tinha alguma torcida entre eles? Ficou. Foi uma fase curtinha, mas muito divertida. A Juliana adorava ver os dois atrás dela, apesar de acreditar não ter interesse por eles, até então. Não tinha alguma torcida em especial, sempre brincava falando que queria ver a Ju feliz, sem sofrer mais pelo Giovane.

Quando você colocou na sua cabeça a ideia de seguir carreira artística. Você já foi muito subestimada? Comecei a trabalhar na área muito novinha, com 1 ano de idade já fazia campanhas publicitárias. Foi algo super orgânico, aumentou meu contato com a arte, comecei a conhecer outras áreas dentro e fui me interessando mais. Me apaixonei de vez quando fiz artes cênicas, como curso técnico no ensino médio. Era bem intenso, ali a gente descobre quando gosta mesmo. Acredito que a maioria dos artistas já viveu situações em que fora subestimado. Eu fui bastante, tanto por professores, quanto por colegas, mas acredito que o sucesso está dentro de nós, não depende do outro. Basta acreditar.

Como você vê sua personagem Juliana? Existe muito de você nela? Uma garota rebelde com causa. Ela corre atrás do que acredita, briga para ser compreendida, tem traumas e é sentimental – apesar de esconder isso com uma certa máscara de ironia e valentia – extremamente forte. Somos muito parecidas! Eu aprendi coisas que a Ju ainda não, então não sou inconsequente e irresponsável como ela é, em certos momentos.

Já teve alguma cena que você na hora de interpretar, já teve algum momento em que sentiu que você foi você mesma e não a Juliana? Cada ator tem uma forma de lidar com cada cena, para conseguir entrar na emoção que ela demanda, as ferramentas usadas vêm do que mais te ajude. Eu já usei de sentimentos meus para ajudar a juliana a entender uma situação, mas nunca entrei em uma cena sendo a Giulia. Não me ajuda! Gosto de separar, a partir do momento que entro no set eu deixo de ser a Giulia para dar espaço para Juliana. É ela que estuda ali, mora ali, conhece aquele lugar, não eu.

Na sua opinião, qual é a maior dificuldade em ser atriz? Não acredito que existam “dificuldades”… existem obstáculos, como em qualquer profissão, mas eles não necessariamente deverão ser encarados como dificuldades. Acho que a própria palavra carrega um peso que assusta e não é por aí. Os obstáculos vêm desde a compreensão de como funciona a profissão, que estaremos eternamente em busca de trabalho, até em aceitar que nem sempre os outros vão encarar com respeito o que optou por seguir em sua vida. Mas isso não é nada!

Nesse ano surgiu um boato na mídia em que você estaria em um romance real com um colega de elenco. Como você reage em meio a milhares de boatos assim que surgem envolvendo seu nome fora das telas? Às vezes acho curioso como as pessoas confundem as informações. Desde que não falte respeito comigo e com meus amigos de elenco, levo numa boa. Normal que um casal que faça sucesso na telinha tenha a torcida dos fãs para que a relação se concretize fora dela. Temos que ser espirituosos e encarar alguns desses boatos com carinho. O convívio é intenso, então acabamos formando grupos mais próximos e talvez essa convivência leve a especulações.

Recentemente também você adotou a dieta vegana no seu dia-a-dia. Você toma alguns cuidados específicos com sua alimentação devido a profissão, ou nada mudou de antes para hoje? Devido a profissão, nada mudou! Em relação a mim, existem os cuidados específicos com vitaminas e sempre ter exames em dia, o acompanhamento correto. Só que as pessoas costumam achar que devo fazer isso simplesmente porque me tornei vegana, e não é assim. Todas as pessoas, sendo desde onívoras, passando pelos vegetarianos e até frutívoros, devem fazer esse acompanhamento. É saudável!

Entre os outros atores da novela, como é a sua relação com eles? Costumam também estar juntos na vida social fora das câmeras? Moro aqui no rio sozinha, então ter o apoio e a presença de amigos por perto me faz muito bem. Formamos um grupo legal, que procura estar próximo sempre que conseguimos! É maravilhoso estar perto deles.

A Juliana é na trama uma menina muito rebelde e ciumenta em relação aos outros personagens da história. É difícil para você ter que manter esse clima sempre em cena? Não acredito que a Ju seja ciumenta. Ela apenas não curte muito a ideia de o pai dar tanta atenção a Joana. Muito pelo ao contrário. Ela é super bem resolvida com ciúmes, seja com os amigos ou mesmo com o namorado. É sempre uma energia a mais.

A gente tem que manter lá em cima, principalmente quando são cenas mais fortes. Não acho difícil, mas sentimos o desgaste no final do dia.

Deixe uma mensagem. Estude sempre, bastante. Chegamos aonde desejamos apenas com esforço, trabalho, indo atrás. Nada cai no nosso colo…. Temos sempre que fazer por onde, e o estudo é algo que ninguém pode fazer por você e ninguém consegue tirar. Acredite em você mesmo!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.