Home > Política > Lula chama Sérgio Moro de “canalha” e o mesmo rebate dizendo que não responde a “ofensas de criminosos”

Lula chama Sérgio Moro de “canalha” e o mesmo rebate dizendo que não responde a “ofensas de criminosos”

Criticado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante discurso em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou na tarde de sábado (9) que não responderá a “ofensas” de “criminosos”.

“Aos que me pedem respostas a ofensas, esclareço: não respondo a criminosos, presos ou soltos. Algumas pessoas só merecem ser ignoradas”, disse o ministro na publicação.

Em seu discurso, Lula chamou o ex-juiz federal, autor de sua condenação no caso do tríplex, de “canalha”.

— Eu preciso provar que o juiz Moro não era um juiz. Era um canalha que estava me julgando — expressou o petista.

Também em uma rede social, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, declarou que o ex-presidente “incita a violência” e “ofende o presidente da República”.

“Lula, em seu discurso, mostra quem é e o que deseja para o país. Incita a violência (cita povo do Chile como exemplo), agride várias instituições, ofende o Pres Rep e mostra seu total desconhecimento sobre carreira militar”, registrou o general.

No discurso, Lula fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro e mencionou quatro vezes a situação do Chile, país que passa por uma revolta social que já deixou vinte mortos. E ressaltou que o Chile segue a política que, na sua observação, estaria sendo decretada no Brasil pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Lula fez ainda ataques à Lava-Jato e também acusou o procurador Deltan Dallagnol de ser comandante de uma “quadrilha”.

— Eu precisava provar que o Dallagnol não representa o Ministério Público, que é uma instituição séria. O Dallagnol formou uma quadrilha com a força-tarefa da Lava-Jato. Inclusive para roubar o dinheiro da Petrobras e das empreiteiras — disparou.

Via: oglobo

Foto: eltelegrafo

You may also like
Lula não poderá se candidatar por lei que ele mesmo aprovou, entenda
Defesa do ex-presidente Lula apresentará solicitação de soltura imediata
Lula envia carta parabenizando Fernández e Bolsonaro diz que não irá à posse do novo presidente argentino
É suspenso o julgamento que possibilita anulação da condenação de Lula