Destaque Webséries Leandro Mendonça

O Culto Da Bruxa de Blair: A Sentença Final

O Culto Da Bruxa de Blair: A Sentença Final

A forca estava sendo preparada, mas antes que a sentença se cumprisse os ventos se manifestaram outra vez. Uma tempestade de neve se formou sobre a multidão, fazendo com que alguns abandonassem o lugar. A instrutura da forca foi facilmente destruída pelo mal tempo, obrigando os juízes a darem uma nova sentença à Elly Kedward.

De imediato os ventos pararam e a natureza se acalmou, e após uma rápida conversa entre os conselheiros e a fim de ouvir os apelos da população, a nova sentença foi anunciada em voz alta, para que todos pudessem ouvir.

Elly Kedward será mandada para o meio da floresta, abandonada à própria sorte sem nenhum recurso básico de sobrevivência, neste que já é um dos invernos mais rigorosos das últimas décadas. E caso sobreviva, será banida de Blair, uma vez que foi acusada de bruxaria, julgada e condenada à luz do dia, e sob o olhar de todos.

Após anunciar à população a decisão, o Juíz então se voltou para Elly, e em um tom sarcástico acrescentou.

– Se a acusação que pesa sobre ti é real, se realmente é uma bruxa que pode conversar com as árvores e controlar os ventos, poderá salvar a si mesma. Porém, se seus rituais não passarem apenas de criações da sua mente doentio, sua morte será inevitável.

Todos começaram a gritar palavras de ordem, exigindo que Elly fosse levada imediatamente dali.

A velha esquivou-se e cobriu seu rosto com as mãos pálidas e enrugadas enquanto recebia cusparadas, pedradas e insultos desprezíveis. Porém, aquela fragilidade de uma senhora de idade avançada foi desaparecendo enquanto ela erguia seu olhar para a multidão. Seus dentes rangiram e sua testa franziu enquanto seu rosto tomava uma expressão diabólica. Então, Elly Kedward aterrorizou a todos quando começou a falar, rogando suas pragas naqueles que ali estavam.

– Eu amaldiçoo à todos, a todos os seus familiares, seus filhos e netos em todas as suas gerações. Eu amaldiçoo a cidade da qual estou sendo expulsa, a Blair, que Nunca esquecerá meu nome , e a floresta que sempre será minha morada, onde nenhum de vós serão bem vindos. Avisem a todos e a todas as gerações, pois ninguém será poupado.

Então a bruxa foi amarrada em uma carroça Vários homens acompanharam o comboio até a floresta, levada para um ponto estratégico, onde os banidos da cidade eram deixados para morrer, de fome, sede ou congelados, dependendo da estação do ano.

E lá, no meio da floresta, Elly foi abandonada, para congelar viva ou desaparecer misteriosamente no lugar, tornando aquele o cenário perfeito para se transformar em uma lenda, e fazer valer todas as suas maldições.

Uma senhora de idade avançada no meio da floresta em pleno um inverno rigoroso. Quem poderia sobreviver nessas condições? Elly Kedward, talvez.

Uma semana depois, três homens foram mandados de volta ao local para procurar o corpo de Elly e se certificarem que ela havia mesmo falecido. Porém, após várias horas de buscas não foi encontrado qualquer sinal de que a velha havia passado por ali.

Extremamente intrigante, pois todos que eram deixados lá, não duravam mais que uma noite. A Mata fechada era perigosa, a noite os animais maiores saíam para caçar, e aquele local sempre servia de banquete para eles.

E então no caminho de volta algo chamou a atenção. Algumas pegadas desorientadas seguiam até a beira do rio, e uma maior ao fim desenhava um belo escorregão, sugerindo que alguém havia caído nas águas congelantes.

A hipótese de que Elly morreu afogada ali ganhava força por não haver outros sinais na floresta.

A notícia então se espalhou pela cidade, mas não convenceu a todos. Logo surgiu um movimento que exigia que buscas fossem feitas na margem do rio para encontrar o corpo da bruxa e por um fim naquela história.

E assim aconteceu. Durante uma semana várias equipes se revezavam em buscas exaustivas a procura do corpo, porém sem êxito algum, pois o corpo de Elly Kedward nunca foi encontrado.

A cidade estava intrigada, era um rio fácil para se realizar buscas, e um temor que Elly poderia ter sobrevivido assombrava a todos, obrigando o prefeito de Blair vir a público prestar esclarecimentos e tentar convencer a todos que a velha estava morta.

O discurso foi bem convincente, as pessoas voltaram para casa e continuaram suas rotinas normais.

Blair enfim se sentia livre da bruxa da floresta. A cidade viveu dias de calmaria , as maldições de Elly foram sendo esquecidas com o passar do tempo.

Mas um ano depois , com a chegada do próximo inverno as coisas estavam prestes a mudar.

O pânico mais uma vez tomou conta da cidade quando todos que acusaram Elly, e metade das crianças do lugar amaldiçoado, desapareceram misteriosamente e nunca mais foram encontradas, cumprindo-se assim parte da maldição rogada sobre os habitantes.

Assombrados com o ocorrido, os que decidiram não abandonar Blair, juraram em um pacto de silêncio, sujeitos a punição todos aqueles que ousassem mencionar o nome Elly Kedward novamente.

A lenda então descansou por muitos anos, até que em 1809, um livro misterioso de autor anônimo foi encontrado em péssimo estado de conservação, as poucas frases que puderam ser lidas, narravam com detalhes espantosos a vida de Elly no livro intitulado, ” O Culto Da Bruxa De Blair” .

Burkittsville , 1825.

A lenda já havia sido praticamente esquecida, a cidade passou a se chamar Burkittsville.
O nome era outro, mas a floresta ainda estava lá, pronta para lembrar a todos que a lenda estava viva.

E foi o que aconteceu quando um grupo de onze pessoas exploravam as belezas naturais da floresta, até que decidiram tomar banho no riacho.

Um banho mortal no riacho Tappy East.

-CONTINUA-

Por: Allen Hudson

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.