Pastora que afirmou que Gabriel Diniz vai para o inferno faz nova declaração e toma atitude inesperada

A pastora Juliana Tuma teve seu nome envolvido em uma grande polêmica após uma declaração feita em relação à morte de Gabriel Diniz.

Em um vídeo publicado em seu perfil do Instagram, ela afirmou que o cantor “cantava para o diabo”, e que iria para o inferno, o que gerou uma grande revolta entre os fãs de Diniz.

Após toda a repercussão, ela resolveu  se pronunciar novamente, se retratando e afirmando que tomaria providência para todos que estavam pegando pesado com ela.

“Venho me pronunciar e retratar, informando que já acionei os meus advogados, os quais estão adotando providências cíveis e criminais em face das pessoas que atingiram a minha honra e imagem”, disse.

A paraense complementou que se sentiu mal interpretada pelo depoimento e que apagou os stories. “Falei de algo que creio, por estar na Palavra de Deus, em Marcos 16:16, de forma que fui mal interpretada, pela maneira direta e fria demais com que falei”, disse a pastora, momentos antes de deletar seu perfil no Instagram.

Foto: Reprodução/Instagram

Morte de Gabriel Diniz

O cantor morreu na última segunda-feira, dia 27/05, em um acidente aéreo em Estância, Sergipe. Ele ficou conhecido por ser o dono do hit “Jenifer” que foi sucesso no verão por todo o país.

Segundo o Instituto Médico Legal (IML), o motivo de sua morte foi politraumatismo devido ao impacto da queda. O corpo foi velado no ginásio poliesportivo Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa, na Paraíba

Leandro Mendonça

Sobre Leandro Mendonça

Administrador e fundador do site Minuto Livre. Atua em sites de entretenimento desde 2009, e contribui atualmente para o site NaTelinha.

Ver todas as mensagens de Leandro Mendonça →

Deixe uma resposta