Por que devo ser contratado? Confira 6 dicas de como se destacar e o que falar em uma entrevista de emprego


Por que devo ser contratado: você está preparado(a) para dar uma boa resposta nas entrevistas? Então é melhor pensar nisso, pois essa pergunta pode ser prejudicial nos processos seletivos e pode determinar a vaga dos seus sonhos.

Mesmo que seja intimidadora, esta é literalmente uma pergunta fundamental, pois a empresa precisa ter certeza de que você é o candidato certo para a vaga. Portanto, o que o recrutador quer de fato é conhecer seu potencial para acrescentar valor à empresa.

Então, qual será sua estratégia para mostrar seu melhor? Não vale recorrer aos clichês de “trabalhador”, “proativo” e “interessado em crescer com a empresa”.

Quer dar a melhor resposta e conseguir o cargo? Então leia com atenção

Por que devo ser contratado: como preparar uma resposta ideal

Para responder ao popular “por que devo ser contratado” e chamar atenção do recrutador, será necessário um planejamento prévio. Quando surpreendidos pela pergunta, a maior parte dos candidatos se sente desconfortável e improvisa algo do tipo “porque sou competente, esforçado(a) e quero o cargo”.

Essa não é a resposta ideal, pois não passa nenhum diferencial e deixa você em um patamar mediano. Na realidade, os recrutadores sabem que a pergunta é constrangedora, mas utilizam a técnica para avaliar sua capacidade de se vender.

Ao invés de considerar a questão como um problema, você precisa aproveitar a oportunidade de mostrar seus pontos fortes. Para isso, comece mudando a pergunta: quando ouvir “por que devemos contratar você?”, traduza para “como você pode agregar valor à empresa?”. No final das contas, é a sua capacidade de criar valores que está sendo avaliada acima de tudo.

A executiva Mira Zaslove, destaque do Quora, acredita que a resposta deve começar pela adequação às necessidades da empresa. Em matéria da Inc., ela sugere que o candidato expresse entusiasmo com a questão e evidencie suas habilidades mais importantes de acordo com o cargo, produto e cultura da empresa.

Além disso, a especialista recomenda o profissional a se concentrar nos três pontos fundamentais da vaga: as habilidades exigidas, a vontade de ser contratado e o relacionamento com os colegas.

Já a colunista da Forbes Liz Ryan alega que o candidato deve evitar a comparação com os outros profissionais concorrentes, que claramente não conhece. Diante disso, é melhor deixar claro que, independentemente do perfil dos outros candidatos, você tem as habilidades necessárias para compor a demanda de talentos da empresa.

Então, antes de sair para a entrevista, você precisa saber qual será sua contribuição para o crescimento da empresa.

Por que devo ser contratado: resposta pode mudar de acordo com a empresa

Não há uma única resposta para “por que devo ser contratado”, já que as razões variam de acordo com a empresa, requisitos da vaga e cultura organizacional.

Na hora de preparar sua resposta, o mais importante é focar nas necessidades da empresa, ao invés de se autopromover indiscriminadamente. Para isso, você precisa saber o máximo de informações sobre a empresa, pesquisando no site oficial, redes sociais, plataformas de avaliação e qualquer canal disponível.

6 exemplos de estratégias para uma resposta certeira

Confira abaixo 6 exemplos de estratégias para responder da maneira correta à pergunta “por que devo ser contratado”:

1. Valorize sua expertise

Uma das principais maneiras de acrescentar valor à empresa é trazer seu know-how de cargos anteriores. Nesse caso, você deve ser contratado porque dispõe de uma segura experiência na área e já atuou em projetos parecidos em outras organizações. Inclua números e resultados na sua resposta, provando que pode fazer a diferença na equipe.

2. Mostre seu conhecimento

Além da experiência, você também deve destacar seu conhecimento sobre o produto ou serviço principal da empresa. É importante dar exemplos de como você deseja agregar valor às soluções da organização, inclusive com ideias inovadoras. Nesse momento, acrescente também suas habilidades técnicas mais valiosas.

3. Aposte no fit cultural

Segundo o CHRO da Mastercard, Michael Fraccaro, o novo RH está a procura de candidatos que apresentem valores e atitudes em sintonia com a cultura da empresa.

Em entrevista à Forbes, ele destaca a importância do fit cultural como diferencial e sugere que os candidatos estudem o perfil da empresa antes da entrevista. Assim, você também pode justificar sua contratação de acordo com à missão, visão e valores, além de mostrar que se sente animado com o clima da organização.

4. Ressalte as soft skills

As soft skills ou competências comportamentais estão ganhando importância no recrutamento e seleção, e podem ser sua arma secreta na hora da entrevista.

A pesquisa Project Oxygen do Google, por exemplo, divulgou que as maiores qualidades de seus melhores profissionais eram soft skills, e não hard skills altamente técnicas como se imaginava.

As capacidades fundamentais foram a capacidade de ouvir e se comunicar com competência, liderança do tipo coaching, compartilhamento de insights, solução de problemas e empatia. Portanto, não se esqueça de acrescentar na resposta habilidades como criatividade, colaboração, adaptabilidade e capacidade de gestão, que serão cada vez mais valorizadas.

5. Domine as hard skills

Mesmo que as soft skills estejam em alta, é claro que as hard skills continuam sendo obrigatórias em qualquer cargo. Segundo o Linkedin Talent Blog, as hard skills mais almejadas para 2019 estão na área de tecnologia, incluindo computação em nuvem, inteligência artificial, design UX/UI e desenvolvimento mobile.

Outras tendências destacam-se para a gestão de pessoas e projetos, gestão de mídias sociais, jornalismo e ciência de dados. Apesar disso, o que realmente importa é dominar as condições técnicas exigidas pela vaga, como ferramentas, sistemas e metodologias – e os requisitos desejáveis também, de preferência. Se puder comprovar sua capacidade através de testes técnicos presenciais ou digitais, melhor ainda.

6. Use uma retórica inteligente

Diante da questão “por que devo ser contratado”, muitos candidatos reagem à resposta como “eu devo ser contratado porque…” de maneira que chega a soar mecânica.

Ao contrário de usar um discurso ensaiado, você pode encarar a questão de forma mais inteligente e espontânea. Por exemplo, você pode abrir um sorriso e dizer: “Boa pergunta! Você está com a vantagem agora, pois não conheço os outros candidatos. Mas posso dizer que tenho a experiência necessária para […].”

Ou ainda: “Essa é uma pergunta-chave. Entendo que você tem uma decisão difícil para tomar, então vou realçar alguns pontos sobre meus conhecimentos que podem lhe ajudar.” Use sua criatividade para responder naturalmente, com tranquilidade e confiança.