Celebridades Cinema Destaque Wesley Nolasco

Robin Wright fala sobre acusações de assédio contra Kevin Spacey: “Não nos falamos mais”

Robin Wright fala sobre acusações de assédio contra Kevin Spacey: “Não nos falamos mais”

A atriz de “House Of Cards” Robin Wright falou pela primeira vez sobre as acusações de assédio contra o até então colega de elenco, Kevin Spacey. Em entrevista concedida à jornalista Savannah Guthrie, exibida nesta segunda no programa “Today”, Wright se disse surpresa com toda essa história.

Acho que todos ficamos surpresos, é claro, e entristecidos. Nós seguimos adiante e ficamos muito agradecidos por termos conseguido concluir a série como planejado“, declarou ela, se referindo à decisão da Netflix de dar um final à narrativa, ainda que diante do escândalo.

Segundo Robin, ela nunca teria ouvido falar sobre os comportamentos inadequados do astro. “Nós éramos colegas de trabalho. Nós nunca socializamos fora do trabalho, era um relacionamento profissional respeitoso. Ele era muito bom comigo. Ele nunca foi desrespeitoso comigo. Essa é minha experiência pessoal. É a única coisa que sinto que tenho o direito de falar“, garantiu a atriz, acrescentando não ter conversado com Kevin desde a denúncia de Rapp.

Não nos falamos e nem sei como entrar em contato com ele. Kevin e eu nos conhecíamos entre o ‘ação!’ e o ‘corta!’ e entre os ensaios. Eu não conhecia o homem. Eu conhecia o incrível ‘artesão’ que ele é“, explicou.

Questionada pela repórter se achava que a Netflix havia tomado a decisão certa ao demitir Spacey, Robin respondeu: “Eu não sei comentar sobre isso, mas acho que naquela época o choque foi tão intenso em todo o país por muitas razões, muitas histórias, muitas pessoas e acho que todos sentiram que era respeitoso recuar”.

Por fim, a jornalista quis saber se Wrigth já teria sido assediada alguma vez na indústria. “Quem nunca foi?“, devolveu ela, sem hesitar. “Essa questão é sobre poder. Quando você domina alguém, essa pessoa se torna vulnerável. No ano passado, acho que isso iluminou uma maneira de nos permitir iniciarmos uma nova conversa, então só precisamos mudar o paradigma”, finalizou ela, em referência ao movimento “Me Too”.

Assédio sexual

Em outubro do ano passado, como se sabe, o veterano foi acusado de assédio sexual pelo ator Anthony Rapp. O caso teria acontecido em 1896, quando Spacey tinha 26 anos e Rapp, 14.

Logo após a denúncia, Kevin emitiu um comunicado assumindo sua homossexualidade e dizendo não se lembrar do acontecimento, pois ele provavelmente estaria embriagado no dia. Após a declaração de Rapp, outros 15 homens também revelaram já terem sido assediados por Kevin, que acabou demitido da Netflix.

 

Sobre o autor | Website

Instagram: @wesleynolasco1

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.