Smartphone Dobrável da Samsung chegará ao Brasil custando R$ 12,999


A Samsung divulgou nesta quinta-feira (16) a chegada no Brasil do Galaxy Fold, smartphone com tela dobrável. O dispositivo, que é o primeiro formato a ser vendido no Brasil, está saindo por R$ 12.999 e começa a ser comercializado no dia 22 de janeiro — valor 35% maior que o iPhone mais caro.

O Galaxy Fold foi lançando globalmente durante um evento da Samsung em fevereiro de 2019 e chamou atenção por ser o primeiro smartphone desse modelo lançado pela empresa. O dispositivo vem com 6 câmeras e uma tela de 7,3 polegadas na parte de dentro — quase um tablet pequeno —, além de uma tela menor de 4,6 polegadas, na parte externa, para tarefas do dia a dia.

Por causa das duas telas, existe uma função de continuidade de aplicativo: quando o celular é aberto, a função que estava sendo usada na tela menor é deslocada automaticamente para a tela maior.

O Galaxy Fold portará uma “super bateria”, de 4.380mAh com carregamento super rápido. Ele conta também com um processador Snapdragon 855 de oito núcleos, 12GB de memória RAM e 512GB de armazenamento.

Nas câmeras, são 6 — uma na frente, duas no meio e três atrás. Veja os padrões:

Câmera frontal: 10MP com abertura f/2.2;
Câmeras do interior: 10MP com abertura f/2.2 e 8MB com abertura f/1.9, para efeito desfocado em selfies;
Câmeras traseiras: ultra-grande angular com 16MP, grande angular com 12MP e tele com 12MP, para zoom óptico de 2x.

As vendas são exclusivas pelo canal on-line, mas o dispositivo está disponível em 15 lojas da empresa para que os clientes possam conhecer o smartphone.

Primeira versão tinha problemas

O dispositivo que chega ao país é uma espécie de “segunda versão” do Galaxy Fold. No ano passado, depois do lançamento, as primeiras amostras do aparelho apresentaram imperfeições na tela depois que uma película era retirada. O problema ocorreu com jornalistas e influenciadores que receberam o celular para testes.

Após esses defeitos, a Samsung adiou a chegada do produto aos seus clientes e o executivo responsável pela área de dispositivos móveis, DJ Koh, considerou que o aparelho foi apresentado ao mercado “antes de ele estar pronto”.

Para a chegada no Brasil, a Samsung informou um serviço premium de suporte para o produto. Segundo a empresa, o comprador que obter possuíra “um pacote de serviços de atendimento ao cliente exclusivo, que inclui especialistas disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, fila expressa nas assistências técnicas, serviço leva e traz em caso de reparo do aparelho e smartphone reserva em caso de assistência, para que o consumidor esteja sempre conectado”.

Foto: David Becker / AFP