Wesley Safadão revela frase recente de Gabriel Diniz: “Chegou a minha vez”

O velório do cantor Gabriel Diniz, que morreu na última segunda após a queda de uma avião, teve a presença de vários artistas na tarde de ontem (29). No lugar do funeral, o ginásio O Ronaldão, em João Pessoa, capital da Paraíba, um microfone esteve à disposição para que os presentes prestassem uma última homenagem ao amigo.

Um dos mais emocionados era o cantor Wesley Safadão: “Não estou conseguindo explicar o que estou sentindo no coração. Desde que vi Gabriel Diniz pela primeira vez, vi que era um cara diferenciado. E agradeço a Deus por eu ter feito parte da vida dele […].  Nas últimas vezes que a gente se encontrou, o que ele me falava era: ‘chegou a minha vez. Vou trabalhar mais ainda e realizar todos os meus sonhos'”, contou o intérprete.

Xande Avião lembrou da alegria de Diniz: “Gabriel era um cara que animava meus aniversários. Quando a coisa tava séria eu chamava Gabriel que ele resolvia tudo […]. Tá ruim, tá doendo tudo”, disse o cantor.

Outro que discursou sobre Gabriel foi Matheus, da dupla com Kauan: “Falei que precisava falar com ele, que estava sentindo muita saudade dele, e eu não fiz. A correria não deixou. Então, isso serve de ensinamento também, porque a gente tem que viver o agora”,  lamentou o músico.

Mano Walter falou sobre a falta de Diniz vai fazer: “Que pena que não vou ter mais você pra gente cantar no camarim. Só queria dizer que um dia a gente vai se encontrar”, desejou Mano Walter.

 

Cláudio Augusto

Sobre Cláudio Augusto

Me chamo Claudio Augusto, tenho 22 anos e sou jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pelos laboratórios de programas da Rádio Universitária da UFG e estágio na editoria do programa Jornal do Campo, da TV Anhanguera de Goiânia.

Ver todas as mensagens de Cláudio Augusto →

Deixe uma resposta